Transtorno de ansiedade na adolescência: conheça os principais sintomas e saiba como tratar

A ansiedade na adolescência é considerada uma reação normal do organismo diante de alguma situação como estresse, euforia pela maturidade, entre outros, podendo acontecer na escola ou até mesmo quando o adolescente vai falar em público, participar de uma competição ou marcar um encontro com alguém.

No entanto, essa reação pode se transformar em um problema chamado transtorno de ansiedade, apresentando reações que afetam o desempenho ou o relacionamento do adolescente com outras pessoas no seu dia a dia.

Quando ele está com esse problema, normalmente apresenta reações intensas, que são os sintomas que indicam que o adolescente precisa tomar medicamentos para controlar.

Sintomas do transtorno de ansiedade:

Quando adolescente está na fase de desenvolvimento deste problema geralmente ele apresenta os seguintes sintomas:

Preocupações em excesso

Quando o adolescente está ansioso demais costuma expressar as suas preocupações com mais fervura sobre o que as pessoas estão pensando sobre ele.

Nesta fase é necessário conciliar tudo o que envolve a sua vida, por exemplo, as notas da escola, as transformações que acontecem no seu corpo e também o amadurecimento psicológico, o que acaba influenciando na baixa autoconfiança.

Esses fatores fazem com que a pessoa desenvolva uma cobrança excessiva, além de comportamento de conformidade, problema para se concentrar e autocrítica.

Desconforto ou medo diante de situações sociais

Normalmente a ansiedade na adolescência está relacionada às mudanças que acontecem durante as situações sociais. O adolescente costuma apresentar tremedeira, gagueira, suor e náusea quando está em momento de interação com as pessoas.

Pensamentos e ações repetitivas

Se o adolescente está apresentando algumas ações repetitivas em tarefas simples do dia a dia, por exemplo, lavando as mãos de forma excessiva ou mudar constantemente os objetos de lugar, isso é um indício de que está desenvolvendo TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo.

O TOC também um tipo de ansiedade e precisa ser identificado o mais rápido possível. No entanto, se o adolescente também está apresentando pensamentos intrusivos que estão atrapalhando a sua rotina diária ou impedindo de tomar decisões simples é preciso dar mais atenção, essas atitudes podem perturbar bastante a mente do jovem ou fazer com que ele cometa tentativas de suicídio.

Sensação de perigo

Esse problema de ansiedade na adolescência pode se manifestar também através do estresse pós-traumático. Nesta fase, o cérebro do adolescente ainda está na fase de desenvolvimento e se ele observar algum problema grave poderá desenvolver o transtorno de ansiedade.

Por exemplo, ficar com a sensação de perigo constantemente, além de ficar no estado de alerta como se estiver esperando alguma coisa acontecer a qualquer momento, sustos com frequência e também ataques de pânico, esse problema se não for tratado logo poderá se transformar em síndrome do pânico.  

Problema de inquietação emocional

Existe um problema chamado ansiedade de separação que acontece normalmente quando o adolescente apresenta uma inquietação ao perceber ou imaginar que vai precisar ficar afastado de algumas pessoas com quem possui forte conexão emocional.

Essa mudança nos seus sentimentos pode fazer o adolescente perder a concentração e se irritar com qualquer coisa facilmente. Esse problema poderá interferir nas atividades simples do dia a dia como a convivência com outras pessoas, fazer uma visita aos amigos ou ir estudar em outra escola, esse sintoma pode aumentar ou diminuir de acordo com a sua maturidade.

adolescente isolado

Como é feito o tratamento da ansiedade:

O tratamento da ansiedade na adolescência geralmente é realizado com a ajuda de um médico psiquiatra e um psicólogo. O método realizado varia de acordo com a intensidade dos sintomas e a idade do adolescente.

O tratamento inclui consultas regulares ao psicólogo e uso de medicamentos e terapias específicas para esse problema. Quando é diagnosticado o transtorno de ansiedade na adolescência é o momento de descobrir como superá-lo. Geralmente o adolescente aprende com as suas próprias emoções, por exemplo, com aquilo que lhe traz paz e também com aquilo que causa ansiedade.

Em alguns casos, se o adolescente admitir para si mesmo determinada situação que lhe causa angústia e prepara-se antecipadamente para ela, pode ser o suficiente para acabar com esse problema de ansiedade.

Além disso, alguns pacientes podem se beneficiar de algumas técnicas simples de relaxamento, por exemplo, descansar por 20 minutos sem o celular, computador e televisão em algum lugar calmo longe de qualquer outra distração.

O transtorno de ansiedade na adolescência é um problema que precisa ser tratado o mais rápido possível, porque os seus sintomas podem atrapalhar a vida social do jovem. Portanto, é fundamental procurar um médico para então começar o tratamento de psicoterapia para adolescentes para que esse problema não se agrave ainda mais, podendo levar à depressão ou ataques de pânico.